Quem compra os MX-5 NA?
Diz-se que o MX-5 é um desportivo que serve para tudo, mas será que serve para todos? Que perfil têm os compradores?



Escrito por:
Motorbest

2022-11-28

Quase todas as pessoas (excepto as que são do contra), apreciam um Mazda MX-5. Especialmente se for o “velhinho” NA, a versão original, de faróis escamoteáveis nascida em 1989, ou seja, há quase 32 anos…

O original, provavelmente, não será o melhor dos MX-5, mas é aquele que mais facilmente conquista corações, primeiro por ser mais antigo, pelas linhas “redondinhas” e pelo aspecto mais simpático do que agressivo.

Durante alguns anos, o NA era também o mais acessível de todos os MX-5, o que o tornava mais atraente. Hoje, esse já não é o caso. Há muitos MX-5 NA a bom preço, mas um conhecedor rapidamente encontra, na maioria deles, peças de diferente gerações e versões, demasiado material “aftermarket” de má qualidade, sinais de muitos abusos e, pior do que isso, corrosão a sério.

O facto do modelo ter mantido um preço baixo durante décadas e de ser barato de usar, fez com que muitos fossem negligenciados ou abusados, pelo que escasseiam as unidades em boas condições. Isso faz com que a cotação média dos MX-5 NA tenha crescido 7% desde 2019, uma subida superior à inflação.

Ao estudar a variação da cotação do pequeno Mazda, a seguradora Hagerty acabou também por apurar a distribuição por faixas etárias dos compradores do MX-5 NA (ou Miata na versão americana). Os resultados são verdadeiramente surpreendentes e dizem muito acerca do modelo e do seu amplo leque de virtudes.


A Hagerty concluiu que a população de proprietários dos MX-5 NA está distribuída de forma muito equitativa pelas diferentes faixas etárias:

4% Pre-boomers: 1925 a 1945
26% Baby-boomers: 1945 a 1964
20% Geração X: 1965 a 1976
23% “Millenials” ou Geração Y: 1977 a meados da década de 90
27% Geração Z: nascidos a partir de meados de 90

Não surpreende o facto do roadster japonês ter apenas 4% de proprietários nascidos antes de 45, até porque o peso demográfico desta geração é já reduzido no que toca a condutores activos.

Não é de estranhar também o facto da geração que assistiu ao emergir da popularidade dos roadsters tradicionais – dos MG aos Triumph, sem esquecer os Alfa Romeo ou Fiat Spider – se deixar seduzir por um modelo que evoca essa época, mas com outros pergaminhos de fiabilidade e facilidade de utilização.

E se é natural que a faixa da geração X, hoje com idades entre os 57 e os 46 anos seja menos entusiástica quanto aos roadster em geral, ainda mais previsível é o facto dos “millenials” serem apaixonados pelo MX-5 NA. Afinal, eles eram crianças quando este modelo surgiu e começou a tornar-se comum nas estradas e a fazer parte da cultura popular.

Mais surpreendente é o facto dos jovens abaixo dos 30 anos, que cresceram numa era de automóveis potentes, ultra-rápidos e muito mais sofisticados, ainda sejam sensíveis aos encantos de um modelo que, na sua versão mais potente, conta apenas 130cv e na mais fraca, 90cv! Obviamente, o custo de manutenção pesa muito nessa popularidade, mas se pensarmos que muitos destes proprietários são mais jovens do que o automóvel que escolheram ter, isso dá uma perspectiva optimista acerca do futuro do culto dos automóveis clássicos.

A grande conclusão a tirar desta estatística é que, independentemente das razões de cada um, cada vez mais se confirma a validade da frase popularizada pelos milhões de entusiastas do modelo: “Miata is always the answer”.

Outros artigos

Best Douro 2023

by | Fev 1, 2023 | Tours | 0 Comments

A riqueza do Douro é haver sempre algo novo para descobrir e estradas para explorar. A isso, acrescentamos surpresas.

Como visto na TV! #5

by | Jan 31, 2023 | Corrosão | 0 Comments

No tempo em que não havia Top Gear, nem YouTube, qualquer automóvel que aparecesse na TV por mais do que uns segundos, era motivo de conversa. Recordamos vários modelos, com diferentes “cachês”.

Sistemas de suspensão

by | Jan 27, 2023 | Garagem | 0 Comments

Nasceu a pensar no conforto, mas tornou-se uma questão de segurança, eficácia e performance. Eis o essencial da tecnologia de suspensão.

Como visto na TV! #4

by | Jan 24, 2023 | Corrosão | 0 Comments

No tempo em que não havia Top Gear , nem YouTube, qualquer automóvel que aparecesse na TV por mais do que uns segundos, era motivo de conversa. Recordamos vários modelos, com diferentes “cachês”.

A função do “chauffeur”? Dar calor!

by | Jan 23, 2023 | História | 0 Comments

Todos conhecemos a palavra como um sinónimo de "motorista". Mas porquê o uso da palavra "chauffeur" e qual a etimologia? A resposta está na técnica.

Como visto na TV! #3

by | Jan 23, 2023 | Corrosão | 0 Comments

No tempo em que não havia Top Gear , nem YouTube, qualquer automóvel que aparecesse na TV por mais do que uns segundos, era motivo de conversa. Recordamos vários modelos, com diferentes “cachês”.

Vídeo: Alfa Romeo 1900 CSS Touring

by | Jan 21, 2023 | História,Vídeos | 2 comentários

Estreia do primeiro vídeo Motorbest, com um automóvel muito especial. O Alfa Romeo 1900 CSS Touring.

Como visto na TV! #2

by | Jan 17, 2023 | Corrosão | 0 Comments

No tempo em que não havia Top Gear , nem YouTube, qualquer automóvel que aparecesse na TV por mais do que uns segundos, era motivo de conversa. Recordamos vários modelos, com diferentes “cachês”.

Cinquecento Sport, o micro-GTI

by | Jan 17, 2023 | História | 0 Comments

Embora não tivesse sido planeada desde o início, a versão Sport do Cinquecento apenas continua uma tradição que sempre fez parte dos citadinos Fiat.

Brevemente, em vídeo: Alfa Romeo 1900 CSS Touring

by | Jan 14, 2023 | História,Vídeos | 0 Comments

Para o primeiro vídeo Motorbest, escolhemos um automóvel muito especial. O Alfa Romeo 1900 CSS Touring.

Quem compra os MX-5 NA?

by | Nov 28, 2022 | Mercado | 0 Comments

Diz-se que o MX-5 é um desportivo que serve para tudo, mas será que serve para todos? Que perfil têm os compradores?

Champanhe no pódio: do acidente à tradição.

by | Nov 25, 2022 | História | 0 Comments

Foi em 1967 que Dan Gurney inaugurou a a tradição do spray de champanhe no pódio. Na altura, "não caiu bem"...

Giulia, a sexygenária!

by | Nov 22, 2022 | História | 0 Comments

Os Sprint e Spider são os mais populares e desejados da série 105/115 da Alfa Romeo, mas o Giulia familiar é um ícone por direito próprio.

Como visto na TV! #1

by | Nov 22, 2022 | Corrosão | 0 Comments

No tempo em que não havia Top Gear , nem YouTube, qualquer automóvel que aparecesse na TV por mais do que uns segundos, era motivo de conversa. Recordamos vários modelos, com diferentes “cachês”.

BX aos 40: o último Citroën “maluco”?

by | Nov 19, 2022 | História | 0 Comments

De Gandini a Cavaco, do "imparável" BX 11 ao inacreditável 4TC, foram vários os motivos pelos quais o BX marcou uma geração. Nos seus 40 anos, celebramos o último grande rasgo de irreverência de Sochaux.

Best Outono

by | Out 10, 2022 | Tours | 0 Comments

O gosto de dar à chave de manhã, ver o vapor sair pelos escapes e sair pelas estradas, rodeadas de árvores pintadas de tons quentes, ao encontro de amigos.

1º Passeio de Clássicos Soc. Com. C. Santos

by | Ago 10, 2022 | Tours | 0 Comments

Um evento para celebrar o prazer de condução e a paixão pela Mercedes-Benz.

Best Xisto

by | Ago 1, 2022 | Tours | 0 Comments

As paisagens dramáticas do centro e as estradas de sonho que viram passar as lendas dos ralis, reservam-lhe uma experiência inesquecível.

Best Caramulo

by | Mai 2, 2022 | Tours | 0 Comments

Um evento para celebrar a paixão pelo automóvel e pela condução. Uma viagem à nossa paixão, pelo caminho mais longo.

O génio de Robert Opron

by | Jan 2, 2022 | História | 0 Comments

No design, não há genialidade sem ousadia. Ao criar algo novo, desafia-se as expectativas e Opron apreciava esse desafio.

50 anos do Fiat 127

by | Jan 1, 2022 | História | 0 Comments

Poderá não ter sido o pioneiro no género, mas foi fundamental na consolidação do formato do automóvel utilitário.

Best Minho Verde

by | Dez 16, 2021 | Tours | 0 Comments

Parta connosco à descoberta dos encantos e dos segredos mais preciosos do Minho e da região dos vinhos verdes.

Familiares dos anos 80 – Parte I

by | Mai 31, 2020 | Corrosão | 0 Comments

Numa década de contenção e racionalidade, o mercado nacional encheu-se de propostas familiares de todas as marcas e origens.

Dado é caro!

by | Mai 31, 2020 | Corrosão | 0 Comments

Um clássico é um investimento de risco. Para não perder dinheiro com a sua paixão, escolha um modelo que não valha nada.

Realmente desportivos. Realmente baratos.

by | Mai 31, 2020 | Corrosão | 0 Comments

Quem nunca sonhou ter um desportivo exuberante? Conheça cinco opções abaixo dos €20000 e pare de adiar o sonho.

A melhor relação Euros por Cavalo

by | Mai 31, 2020 | Corrosão | 0 Comments

É o derradeiro factor de sedução de um automóvel. O número das emoções. A estrela das fichas técnicas. A potência é a obsessão de qualquer apaixonado dos automóveis e alguns clássicos oferecem cavalos a preço de feira.

Um clássico como primeiro carro

by | Mai 14, 2020 | Corrosão | 0 Comments

Quem pode negar a importância do primeiro carro nas nossas vidas? Por outro lado, quanto não custa escolher e pagar um para dar a um filho? No mundo dos clássicos há soluções perfeitas para pais e filhos. É novo para ele, clássico para si.

Clássicos de que o FMI gosta

by | Mai 12, 2020 | Corrosão | 0 Comments

Preparados para épocas de crise, recordamos cinco modelos que fizeram bem à economia nacional.

Quando o barato sai caro

by | Mai 12, 2020 | Corrosão | 0 Comments

Há um irónica tendência para modelos baratos virem a tornar-se em clássicos caros. Eis cinco exemplos de inflação retroactiva.

Cinco carros para provocar o divórcio

by | Mai 3, 2020 | Corrosão | 0 Comments

Há automóveis capazes de seduzir e outros capazes do contrário, mas pelos quais vale a pena ficar solteiro.

Personalidade: Paul Frère

by | Abr 11, 2020 | História | 0 Comments

Há pessoas que passam a vida em busca de um talento. Paul Frère tinha dois: foi excelente jornalista e excelente piloto.

Personalidade: Gabriel Voisin

by | Abr 11, 2020 | História | 0 Comments

Peter Mullim chamou-lhe “Leonardo da Vinci do séc. XX”. Talvez não seja um exagero.

Festival Renault Classic

by | Abr 11, 2020 | Reportagem | 0 Comments

A Renault fez 115 anos e convidou os jornalistas para celebrar em Monthléry. Thierry Lesparre esteve lá.

75th Goodwood Members Meeting

by | Abr 1, 2017 | Reportagem | 0 Comments

Goodwood Members Meeting leva-nos numa viagem por várias gerações gloriosas do desporto motorizado.

Raymond Boutinaud

by | Jul 1, 2016 | Entrevistas | 0 Comments

A história de uma paixão pela Porsche, que levou à famosa aventura em Le Mans, de 928 S.

Injustiçados
: Alfa Romeo Alfasud Berlina

by | Mai 1, 2016 | História | 0 Comments

Por vezes, defeitos mediáticos condenam modelos virtuosos. Vamos fazer justiça ao Alfa Romeo Alfasud.

Conde de Monte Real

by | Mai 1, 2016 | História | 0 Comments

O retrato de um grande nome do nosso automobilismo, aquando do centenário do seu nascimento.

Injustiçados: Simca 1100

by | Abr 1, 2016 | História | 0 Comments

Num percurso condicionado pela gestão, a Simca fez modelos de excepção, como o Simca 1100.

Hans Ledwinka, o inconformado

by | Abr 1, 2016 | História | 0 Comments

Um dos engenheiros mais influentes do mundo que, por isso mesmo, acabou preso e esquecido.

Injustiçados: Citroën GS

by | Abr 1, 2016 | História | 0 Comments

Por vezes, defeitos mediáticos condenam modelos virtuosos. Vamos fazer justiça ao Citroën GS.

De Grupo B em Monthléry

by | Mar 1, 2016 | Reportagem | 0 Comments

As emoções das Grandes Heures Automobiles, vividas por Thierry Lesparre.

Vincenzo Lancia, o virtuoso

by | Fev 1, 2016 | História | 0 Comments

Mais do que um empresário do mundo automóvel, Vincenzo foi um génio apaixonado pela inovação e pela técnica.

Bruno Saby

by | Fev 1, 2016 | Entrevistas | 0 Comments

Bruno Saby foi um dos poucos pilotos a saborear o prazer das vitórias na era do Grupo B e participou no desenvolvimento do Peugeot 205 T16. O piloto francês recorda aqueles tempos numa entrevista a Thierry Lesparre.

Lancia: Um épico sem final feliz

by | Mar 1, 2014 | Opinião | 0 Comments

Numa perspectiva de entusiasta, Duarte Pinto Coelho fala das razões para admirar a Lancia e para chorar o seu fim inglório.

0 Comentários

Enviar Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pin It on Pinterest

Share This